quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

O aparelhamento continua na Petrobras.

O antagonista.
A Petrobras está longe de se livrar do aparelhamento promovido durante a era petista.
Exemplo disso é a permanência de Aloísio Arruda em uma das diretorias da Cegás, distribuidora de gás natural do Ceará, da qual a Petrobras é sócia. Arruda é registrado na Petrobras desde a década de 80 como técnico de manutenção sênior, um cargo de nível médio. A partir de 2003, no entanto, alçou posições de chefia.
Que fique claro: O Antagonista nada tem contra profissionais de nível médio. Pelo contrário. Quanto mais brasileiros qualificados, seja em cursos técnicos, seja em universidades, melhor para o Brasil. Mas O Antagonista tem tudo contra privilégios e o atropelamento da meritocracia.
Arruda virou diretor porque era sindicalista no Ceará e filiado ao PCdoB. Deve ter ajudado, e muito, o fato de seu irmão, Inácio Arruda, ser ex-deputado e ex-senador também pelo PCdoB. Ou alguém por aí conhece um técnico que foi promovido a diretor de um dia para o outro.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?