quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Aécio muda discurso para blindar seu ministro-correligionário.

O senador e presidente do PSDB Aécio Neves 
Gabriel Mascarenhas
Aécio Neves, como nove de cada dez políticos, molda o discurso ético de acordo com seus interesses pessoais e partidários. Mas a última pérola proferida pelo presidente do PSDB vai ser especialmente difícil de passar na goela do eleitorado mineiro.
Quando estava na oposição, em 2015, Aécio mostrou-se indignado com a indicação de Edson Fachin para o Supremo. De fato, o agora relator da Lava Jato apoiou a candidatura de Dilma Rousseff em 2010, era simpático ao Movimento Sem-Terra e advogou em processos particulares enquanto era procurador do Paraná.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?