domingo, 12 de fevereiro de 2017

PMs trocam tiro com policial à paisana na porta de batalhão em protesto.


Um mal-entendido quase acabou em morte na porta do 12º BPM (Niterói), no ínicio da manhã deste domingo (12), no Rio de Janeiro.
De acordo com o comandante da unidade, tenente-coronel Márcio Rocha, um policial que atua no batalhão e outro militar, à paisana, lotado no Ministério público, trocaram tiros imaginando que se tratava de bandidos. O homem sem uniforme estava na porta do batalhão com a mulher participando do protesto.

“Havia uma troca de tiros na favela do Sabão e passava um carro do Ministério Público descaracterizado, com PMs. Eles viram um PM que estava saindo pela Rua Presidente Castelo Branco à paisana e que também se abrigou dos tiros, porque ninguém sabia de onde estavam vindo. A viatura voltou de ré e, ao ver o policial atrás do muro, o identificou como suspeito e atirou”, explicou o comandante.

No confronto, o PM do 12º BPM foi atingido de raspão nas costas e levado a um hospital particular de Icaraí, em Niterói. O estado de saúde dele é estável, segundo o comandante.

Apesar da 'confusão', três mulheres e uma menor permanecem no local em protesto. O caso está sendo investigado pela 76ª DP.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?