quinta-feira, 30 de março de 2017

Deputado amigo de Renan movimentou R$ 1,5 milhão em cinco meses.

Deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) 
Gabriel Mascarenhas
Apontado por Paulo Roberto Costa como o preposto de Renan Calheiros no esquema de pagamento de propina na Petrobras, o deputado Aníbal Gomes atraiu o foco dos holofotes do Coaf.
Um relatório de inteligência financeira enviado à PGR aponta que o parlamentar movimentou cerca de R$ 1,5 milhão em menos de cinco meses, entre os dia 1 de junho e 23 de outubro de 2009.
Só ao longo do último mês do período analisado, entraram nas contas do cavalheiro R$ 610 mil.
Como se vê, os números indicam um segundo semestre de abonança para Aníbal Gomes em 2009. Mas, segundo ele, parte das receitas provieram da generosidade de seus subordinados.
O parlamentar foi questionado sobre dois saques – modestos para os padrões dele – que totalizaram R$ 25 mil, realizados nos dias 8 e 23 de julho daquele ano.
O relatório do Coaf traz a explicação dada pelo amigo de Renan na ocasião: “Ao ser contatado, ele teria informado que a origem dos recursos foram empréstimos feitos por assessores e (pelo) pai de assessora parlamentar”.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?