quinta-feira, 30 de março de 2017

O Caldeirão do Doria.

A Folha de S. Paulo perguntou a Luciano Huck se ele vai se candidatar a presidente da República.
Ele respondeu:
“Esta é sempre a pergunta pegadinha. Não dá para responder na atual conjuntura. Falando seriamente, nossa geração chegou a um momento em que tem capacidade, saúde, força de trabalho, relevância, influência. Quem entrou na faculdade em 1990 está chegando agora aos espaços de poder. Faço parte desta geração. Estamos vivendo um trauma moral e ético que se soubermos capitalizar para o bem, tenho convicção de que daqui a 10, 20, 30 anos vamos ter um país de fato diferente e mais justo”.
O repórter insistiu.
Ele respondeu:
“Cara, o Brasil precisa de renovação e tem uma classe política completamente desmoralizada, sem nenhum apelo popular, atração, charme. Se vou ser eu, não faço a menor ideia. Quero poder ajudar a identificar lideranças. Mas a resposta à pergunta objetiva é não”.
O jornal perguntou então se João Doria pode ser o seu candidato.
Ele respondeu:
“Sem dúvida. João não é político tradicional, não tem os vícios nem coisas debaixo do tapete que a velha política teve. Isso faz diferença”.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?