**

quarta-feira, 15 de março de 2017

Partido de premiê da Holanda vence eleição, segundo boca de urna .


Dados ainda apontam uma alta participação dos holandeses: 81% dos 13 milhões de eleitores foram às urnas REUTERS/Dylan Martinez
O VVD (Partido Popular para a Liberdade e Democracia), do premier holandês Mark Rutte, aparece liderando as pesquisas de boca de urna após o fechamento das urnas nesta quarta-feira (15), informou a emissora Nos, com dados da agência Ipsos.
Segundo os primeiros dados, o VVD tem 31 assentos do Parlamento contra 19 do PVV (Partido para a Liberdade), de extrema-direita, do D66 (Democratas 66) liberal-progressista e do CDA (Apelo Democrata-Cristão), de centro-direita.
Já os verdes do GroenLinks aparecem com uma substancial alta em relação às eleições passadas, com 16 assentos no Parlamento, enquanto os membros do PvdA (Partido Trabalhista), que participa do govetno junto ao VVD, despencou nos votos e aparece com apenas nove assentos.
Insatisfação com União Europeia leva a avanço da extrema-direita na liberal Holanda
Corte da União Europeia desobriga países de darem visto humanitário
As pesquisas eleitorais mostravam um embate acirrado entre Rutte e o líder ultranacionalista e eurocético Geert Wilders. Caso o presidente do PVV obtivesse êxito nas urnas, o país poderia ser mais um a pleitear sua saída da União Europeia, causando ainda mais desequilíbrio dentro do bloco europeu.
Para formar um governo, um partido precisa ter pelo menos 76 das 150 cadeiras da Câmara dos Representantes. No entanto, o mais provável é haja uma nova coalizão no governo, já que nenhuma sigla deve conseguir atingir esse número.
Os dados ainda apontam uma alta participação dos holandeses: 81% dos 13 milhões de eleitores foram às urnas. Os resultados finais e oficiais devem ser publicados na próxima semana.
Caso os resultados se confirmem, os números mostram uma queda no número de cadeiras do VVD na comparação com as eleições de 2012, em um cenário que mostra que os holandeses votaram de maneira muito fragmentada.
Há cinco anos, o partido de Rutte - que busca a terceira eleição - conquistou 41 assentos contra os 31 desta quarta. Já o PvdA despencou de 38 representantes para apenas nove.
Os representantes da extrema-direita de Wilders, tiveram um aumento tímido: de 15 para 19 lugares, enquanto o D66 subiu de 12 para 19 e o CDA subiu de 13 para 19.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?