**

segunda-feira, 24 de abril de 2017

"Demagógico e irresponsável".

O antagonista
Rodrigo Maia disse no fim de semana que "qualquer novo recuo na Previdência é irresponsável".
José Robalinho Cavalcanti, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, enviou o seguinte comentário ao O Antagonista:
"Demagógico e irresponsável é esquecer a Constituição e forçar os funcionários públicos a imporem ao governo o que pode vir a ser o maior contencioso da história. Desconhecer por completo as regras de transição em vigor e levar os funcionários públicos - e apenas eles - direto aos 65 anos de idade mínima é inconstitucional. A insistência - aí, sim - provocará uma instabilidade jurídica e econômica que prejudicará o país.
O relator (Arthur Maia) já sabe disso. Os técnicos do Congresso todos são unânimes em confirmar isso e a declaração do presidente da Câmara vai na direção de um voluntarismo técnico, que é indigno da história política de Rodrigo Maia.
Não é apenas injusto fazer a espinha dorsal dos funcionários públicos pagar sozinha pelos ajustes. É inconstitucional e abalará toda a reforma."
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?