quinta-feira, 20 de abril de 2017

Muita saúva no STF.

O antagonista
Gilmar Mendes, mais uma vez, defendeu o foro privilegiado.
Nesta quinta-feira, em seu passeio a Portugal, ele disse:
"Hoje, temos metade do Congresso, talvez algo mais, investigada no STF, então esse é um dado estatístico inescapável, não há o que discutir".
Em seguida, ele completou, debochando do projeto para abolir o foro privilegiado:
"Não sei se é oportuno tentar fazer uma mudança casuística, diria quase 'macunaímica' agora, aproveitando-se de que este discurso de que o foro é inadequado".
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?