**

sábado, 29 de abril de 2017

Olha as provas, Cabral. Seu lugar é em Bangu junto com a sua amada.

O que diferencia Sérgio Cabral de Fernando Collor é que, agora, a Lava Jato tem provas de que suas despesas pessoais foram bancadas por propinas, muitas propinas.
O Globo lembra, entre outros, os depoimentos de Paulo Roberto Costa e da Andrade Gutierrez, que detalham como Cabral recebeu R$ 2,7 milhões pelas obras da Comperj. A Lava Jato encontrou 114 transações financeiras para lavar esse dinheiro.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?