**

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Não tem notícia, pau na polícia, não é mesmo senhor secretário de segurança pública do DF?

Resultado de imagem para imagem de pm do df atingidos por manifestantes dia 24 de maio 2017Resultado de imagem para imagem de pm do df atingidos por manifestantes dia 24 de maio 2017Resultado de imagem para imagem de pms do df atingidos por manifestantesResultado de imagem para imagem de pms do df atingidos por manifestantesResultado de imagem para imagem de pms do df atingidos por manifestantesResultado de imagem para imagem de pms feridos por manifestantesResultado de imagem para imagem de pms feridos por manifestantes

Ao contrário do site "pragmatismo político" onde mostra em sua matéria o tema  "25 imagens do massacre da PM contra manifestantes em Brasília", mostro através deste simples blog o outro lado da história. Primeiro, na matéria do site que em outrora fora sempre comprado com verba pública do governo PT, para falar bem de tal governo, mostro em sua maioria, que os "manifestantes" eram sim, baderneiros e estavam dispostos a enfrentar a polícia a todo custo; há pessoas que passam mal com a execução do gás? Sim, claro; cabe ressaltar, que o gás é uma arma química não letal e que serve para dispersar baderneiros que não respeitam a lei e impõem-se em prol da desordem passando por cima de tudo e de todos. Só que tem um detalhe, tais baderneiros, blacks blocks, doidões, geralmente estão com máscaras e protegidos de alguma forma e, por conseguinte, encaram sim a polícia e estão dispostos a tudo; ou seja se eles baderneiros, bandidos disfarçados de manifestantes, matarem um policial, ficarão em êxtase por muito tempo alimentados pela felicidade de terem matado um policial, de matarem um pai de família. Digo isso porque com bandidos, só se cumpre a lei e mais nada. Aí me vem a imprensa como  paladina da justiça e dos valores sociais, achar ruim, a atitude do policial que por fotos e vídeos (consta em rede social), mostra que ele e seus colegas estavam acuados e recebendo uma sequência de paus, pedras e etc..chega um momento em que o policial, não tem mais alternativa (ou a imprensa e o secretário de segurança do DF e o PT, queriam que o PM rezasse um Pai Nosso, para os bandidos disfarçados de manifestantes recuarem e fossem embora?). Pois bem, aí me vem o secretário de segurança Edval de Oliveira Novaes, criticar por criticar ou por dar uma resposta á imprensa e a sociedade dos maus pois a sociedade dos bons geralmente está e acredita na polícia militar, informando que o policial que efetuou disparos, responderia (como de fato respondeu) mas sequer foi visto em algum hospital visitando os policiais feridos ou sequer foi visto na manifestação com a bosta daquele colete verde refletivo que só serve de mira fácil e referência para bandidos mal intencionados como esses que vieram do inferno para tirar o sossego e a paz do nosso DF. Também, não o vimos, abordando ninguém (já que ele é delegado), e nem apoiando o serviço da polícia militar; assim fica fácil criticar pois desta forma e mandando de longe qualquer um faz. Você secretário já trocou tiros com bandidos? Já foi agredido ou desmaiou assim como estes policiais em serviço numa turba ou manifestação? Pois bem, assim como o site comprado "pragmatismo político", vender matéria barata, é muito fácil. Você veio do Rio de Janeiro e sequer sabe onde fica a pastelaria viçosa aqui em Brasília, portanto, o mais óbvio era sentar com os policiais e ver o que de melhor poderia ser feito por eles face a esta manifestação. Diria que o policial cometera um excesso, se de fato ele atirasse para matar uma pessoa indefesa que nada fez; outrossim, cabe ressaltar que seria preciso um policial militar, receber uma pedrada grande (mata) ou um coquetel molotov (não sei se você conhece) na cabeça ou até mesmo um tiro e morrer para depois ser enterrado como herói no cemitério campo da esperança? É isso que você quer secretário de segurança do DF? Enquanto isso a PMDF, definha há décadas; não há efetivo, não há um devido equipamento adequado para combater essa guerra urbana comandada por bandidos disfarçados de manifestantes que sempre as organizações (CUT, PT etc...) negam e continuarão a negar que fazem parte de seus grupos; não há valorização e ainda sim o policial militar, na ânsia, de ajudar e mostrar que Brasília é um lugar de pessoas boas e honradas (excluem-se apenas os políticos e bandidos), efetua disparos na intenção de mostrar respeito e não despreparo; cabe ao bom entendedor que se fosse uma situação normal, esse policial teria que responder e arcar com as suas responsabilidades; e se fosse você secretário de segurança no lugar do policial militar???? Essas fotos (acima) falam por sí só. É preciso que um policial pague pra ver a morte de outro policial senhor Edval, numa situação dessas ou o senhor, acha que é melhor para todos que o policial militar morra e os bandidos façam churrasco em comemoração a isso? Sou esposa de policial e deixo bem claro que Brasília não é o Rio de Janeiro e, seria maravilhoso se todos trabalhassem unidos e de forma respeitosa em prol de um bem comum, a segurança do cidadão brasiliense, que através de seus impostos, mantém o funcionalismo público e inclusive o seu salário. De que lado você está? Brasília merece respeito. Os policiais militares também, pois, são quem carregam o maldito piano da segurança pública do DF ou estou errada? Conheça Brasília fisicamente primeiro para depois você tirar as suas conclusões sobre segurança pública, que aliás está aquém do seu melhor e de outrora. Julgar por julgar, não vale a pena, mesmo porque os policiais estão sendo muito bem assistidos juridicamente. Por fim, secretário de segurança do DF, vou parafrasear o que disse um colega em seu blog, "Não culpe a polícia. Culpe a democracia esquerdista dos guerrilheiros!" Da próxima vez, faça como a defensora dos bandidos manifestantes aqui no DF, Érika Kokay e, visite um policial militar no hospital. A Deputada foi visitar o "manifestante" que se lascou todinho com uma bomba que teria endereço, o policial militar e graças a DEUS perdeu a mão ou todos os dedos. É isso que você quer para Brasília, secretário de segurança pública do DF ou você vai ser apenas mais um nesta pasta? Perguntar não ofende.
Adriana Mackalister
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?