**

sábado, 10 de junho de 2017

As 7 sujeiras varridas pelo TSE para baixo do tapete.

O Globo resumiu os sete pontos de abuso político e econômico da chapa Dilma-Temer listados pelo relator Herman Benjamin e varridos para baixo do tapete por quatro ministros do presidente:
1) "Propina gordura", acumulada em anos anteriores e usada na eleição, oriunda da Petrobras.
2) Pagamentos feitos aos marqueteiros João Santana e Mônica Moura pelo estaleiro Keppel Fells.
3) Recursos desviados da Sete Brasil, fornecedora da Petrobras.
4) "Propina gordura" da Odebrecht.
5) Compra de apoio político de outros partidos a fim de apoiar a campanha.
6) Pagamentos via caixa dois para João Santana e Mônica Moura.
7) Gastos ilícitos com gráficas contratadas para prestar serviços à campanha.
"Benjamin ressaltou que, mesmo excluídas as delações, há provas robustas que justificavam a cassação: por exemplo, compra do apoio de partidos políticos, pagamento por serviços não prestados por gráficas de fachada e contratos de construção de navios-sonda com pagamentos de propina.
Em seu voto, o relator ainda disse que, mesmo que não houvesse nenhum ilícito ou infração isoladamente muito grave, o 'conjunto da obra' justificaria a cassação do mandato."
Mas a cegueira voluntária é imbatível.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?