**

sábado, 17 de junho de 2017

Briga por dinheiro em 2014: PT mandou dar a senadores, Temer e Cunha descobriram, diz Joesley.

O antagonista
Joesley Batista também comentou, em sua entrevista à Época, a briga por dinheiro ocorrida dentro do PMDB durante a campanha presidencial de 2014 e revelada na delação de Ricardo Saud, diretor de relações institucionais do grupo J&F, do qual o frigorífico JBS faz parte.
"Ricardinho falava direto com Temer, além de mim. O PT mandou dar um dinheiro para os senadores do PMDB. Acho que R$ 35 milhões. O Temer e o Eduardo descobriram e deu uma briga danada. Pediram R$ 15 milhões, o Temer reclamou conosco. Demos o dinheiro. Foi aí que Temer voltou à Presidência do PMDB, da qual ele havia se ausentado. O Eduardo também participou ativamente disso."
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?