quinta-feira, 29 de junho de 2017

Gilmar Mendes detona Lava Jato e solta indireta para Moro. Sei não viu...


Durante o julgamento da delação da JBS, na última quarta (28), o ministro Gilmar Mendes citou o banqueiro André Esteves para criticar as prisões preventivas da Lava-Jato.
Gilmar afirmou que o uso da prisão preventiva, prática utilizada com rigor, pelo o juiz de Curitiba Sérgio Moro “subverteu toda a noção que tínhamos de prisão preventiva”.
Ele afirmou ainda que o banqueiro foi preso sem provas por supostamente fornecer recursos para o filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.
“Qual era a narrativa, ministro Fux, era de que o banqueiro Andre Esteves estava fornecendo recursos para o pagamento do filho de Cerveró, teria dado aqueles 50 mil reais e estaria também obtendo informações em Curitiba sobre o acordo e delação. Ao fim e ao cabo isso ainda não foi discutido”, afirmou.
“Qual o tamanho do constrangimento para o colegiado, senhores Ministros, quando se descobriu que aquela narrativa era falsa e esse dinheiro teria vindo de Bumlai, e não de Andre Esteves? O preço disso foi só a quebra do banco a partir de uma narrativa falsa”, concluiu ele.
Informações da Coluna Radar.
Blog Sim Nós Podemos!!!!👉👈?